Feminismo

As mulheres e a Revolução, conheça Krupskaya



Nadezhda Krupskaya foi escritora, pedagoga e revolucionária, mas infelizmente é comumente lembrada apenas por ser esposa de Lênin (não que isso seja pouco, mas é que ela foi muito mais que esposa dele), tendo sua história contada como mera coadjuvante, muitos não sabem do seu papel na construção do ensino soviético, que teve as bases estabelecidas por sua colaboração.
Foi em grupos de estudos do marxismo que ela conheceu Lênin, os dois fundaram a organização União de Luta pela Emancipação da Classe Operária, sendo presos e deportados e assim se casaram.
Dedicou seus estudos a um projeto com um novo modelo de ensino, focado numa nova democracia do proletariado e após a Revolução ao qual atuou, foi principal responsável pela erradicação do analfabetismo na Rússia, que influenciou toda a União Soviética. Junto a Inessa Armand e Clara Zetkin, construiu a organização do Dia Internacional da Mulher Proletária, em 1917.
Em 1922 seu companheiro sofreu o primeiro derrame e no próximo ano, sofreu outro ainda mais forte, o que o fez se afastar da vida política, Nadezhda permaneceu ao seu lado, até que em 1924 ele veio a falecer.
Após a morte de Lênin, Krupskaya se afasta do partido por haver divergências com as lideranças, e em 1939, faleceu com 70 anos.

Texto retirado da página Feminismo Marxista

Leia mais: https://www.marxists.org/portugues/tematica/rev_prob/27/krupskaia.htm

0 comentários:

Postar um comentário

Tecnologia do Blogger.